Junho de 2021 foi o melhor mês para os cinemas brasileiros desde o início da Pandemia. Foram cerca de 2 milhões e meio de pessoas e mais de R$ 43 milhões em bilheteria no mês passado. Filmes como “Velozes e Furiosos 9” e “Invocação do mal 3” ajudaram na retomada.

O levantamento foi feito pela ComScore, empresa que acompanha e faz projeções sobre as bilheterias no Brasil, a pedido da rádio CBN. Mas situação ainda é crítica, para se ter uma ideia, nos seis primeiros meses deste ano, a arrecadação não passou de R$ 120 milhões. Antes da pandemia, em 2019, o primeiro semestre teve R$ 1,5 bilhão em bilheteria.

Representantes do setor estão otimistas para este mês de julho. Estão pra chegar produções que tiveram a estreia adiada várias vezes por causa da pandemia, como “Viúva negra” e “Space Jam”.

Até o final desse ano, outros sucessos, como “007 Sem Tempo Para Morrer”, “Os Eternos”, da Marvel, “Turma da Mônica: Lições” e a continuação de “Top Gun”, também devem chegar às salas de cinema do país. RP