Os vereadores Ítalo Siqueira, Rhalessa de Clênio e o ex-vereador Pastor Alex ganharam a liberdade. Os parlamentares e os pastores foram presos na operação Dízimo, deflagrada pela Justiça Eleitoral, a pedido do Ministério Público Eleitoral, na manhã desse dia 18 em Parnamirim.Os advogados Thiago Cortez, André Castro, Cristiano Barros e Dr Tales entraram com habeas corpus pedindo a soltura dos seus clientes e o Juiz Daniel Cabral Mariz Maia concedeu o remédio jurídico e colocou em Liberdade os dois vereadores e todos os pastores envolvidos no caso. Todos foram beneficiados com habeus Corpus impetrado pelo advogado Thiago Cortez e André Castro. O relator no TRE, atendeu as considerações da defesa e deferiu a liminar colocando todos em liberdade.

Blog do GM