Foto: Reprodução
A médica pró-cloroquina diz ter sido vítima de “misoginia” durante seu depoimento à CPI da Covid

Nise Yamaguchi processou os senadores Omar Aziz — presidente da CPI da Covid — e Otto Alencar, diz a CNN Brasil.A médica pró-cloroquina pede indenização de R$ 160 mil por danos morais a cada parlamentar. Ela diz ter sido vítima de “misoginia” e “humilhação” durante seu depoimento à comissão.

Na ação, Nise afirma que Aziz e Otto “perpetraram um verdadeiro massacre moral” e agiram “intencionalmente com morbo e com deliberada crueldade no escopo de destruir a imagem da médica perante toda a sociedade brasileira”.

Durante o depoimento de Nise, Otto fez uma série de perguntas, começando com o pedido para que a médica explicasse a diferença entre protozoário e vírus.

“A senhora não sabe nada de infectologia. A senhora não estudou, foi superficial. Não leu, não estudou. De médico audiovisual este plenário está cansado, de alguém que viu, ouviu e não leu, não se aprofundou.”

Por O Antagonista