Foto: Jacob King/PA Images via Getty Images

O norte-americano Eric Cole, de 42 anos, foi baleado em um tiroteio e ligou para a polícia pedindo socorro. O homem, no entanto. acabou sendo atropelado pela viatura designada para ajudá-lo.O incidente aconteceu no último domingo (13/6), em Springfield, Ohio. Eric não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte.

De acordo com o canal local WHIO TV, a autópsia do corpo de Cole revelou que ele sofreu traumatismo craniano contundente, fraturas e sangramento interno. Ele foi baleado na parte de trás do braço esquerdo e o projétil atravessou a pele e o tecido mole do membro.

A própria polícia informou que o Cole “podia ter sido atingido por um veículo e baleado no braço esquerdo”. Ele havia acionado os policiais por volta das 23h15 (horário local).


Na ligação para a emergência, Eric relatou que levou um tiro, mas não identificou suspeitos. “Estou no meio da rua”, disse Cole ao atendente do número de emergência policial (911, nos Estados Unidos). “Estou prestes a morrer”, concluiu.


De repente, ele foi atropelado pela viatura, que era dirigida pela oficial Amanda Rosales. O atendente, que acompanhava o homem na ligação, ouviu todo o ocorrido.

Lee Graf, chefe de polícia de Springfield, afirmou que tudo não passou de um acidente: “Isso não significa que está tudo bem, mas foi um acidente. Este não foi um ato intencional por parte do oficial. Tenho certeza disso”.

Metrópoles