É injusta a narrativa de que somente a deputada federal Natália Bonavides encaminhou uma emenda de R$ 100 mil para o Estado de São Paulo (SP).

Fato semelhante ocorreu em 2016 quando o então deputado federal Fábio Faria (Ministro das Comunicações) encaminhou uma emenda de R$ 80 mil para o mesmo Estado de São Paulo (RN). Foram recursos da saúde que deixaram de vir para o RN e foram para o Estado onde ele mora.

É esse mesmo que deseja ser candidato a Senador pelo RN em 2022. E se, porventura, o que é muito difícil, ele viabilizar sua candidatura, o que é muito difícil, e for eleito, o que é muito difícil, ele vai destinar emendas para São Paulo (SP)? É somente uma pergunta. RP