O deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) disse nesta quarta-feira (23) haver “fortes indícios” contra o secretário estadual de Saúde do RN, Cipriano Maia, em ações específicas do governo estadual no decorrer da pandemia. Ele cita como exemplo a compra de equipamentos de proteção individual (EPI’s) feita pela secretaria estadual, mesmo tendo uma recomendação contrária da Controladoria Geral do Estado.

“Tem por exemplo, indícios fortes contra o secretário de Saúde, porque ele assinou processos de compra contra recomendação da própria Controladoria do Estado, do controlador nomeado pela governadora, quer dizer, ele assinou todas, mas essa, em especial, o processo é claramente irregular, a empresa claramente não conseguiria prestar o serviço, ela foi fundada em cima da hora, na Paraíba a empresa com 14 inquéritos respondendo e ele contratou a empresa. É o processo dos EPI’s”, disse o deputado Kelps em entrevista ao Hora Extra da Notícia, da 91.9 FM, nesta quarta-feira (23).

O deputado, que deverá compor a CPI da Covid que será aberta na Assembleia, já adiantou que certamente o secretário Cipriano Maia será um dos convocados para depor na comissão, para que o auxiliar da governadora Fátima Bezerra esclareça sobre essa compra dos EPI’s, a dos respiradores, através do Consórcio Nordeste, além de outros processos de compra.

Os deputados se reúnem ainda hoje para definir quis serão os nomes indicados pelos partidos para a composição da comissão. Também serão definidos os nomes do presidente e do relator.

Grande Ponto