Foto: Reprodução


Um crime absurdo causou revolta e comoção na cidade de Agudos do Sul, Vinícius Machado, de 24 anos, na manhã de domingo (14). O motivo? O celular tomado de uma irmã como forma de castigo por ela não ajudar a mãe nas tarefas de casa. O acusado fugiu e é procurado pela polícia.
A história do que aconteceu na casa da família Machado foi relatada nesta segunda-feira (15), à Banda B, pela prima dos envolvidos, Weslayne Anjos Lima.
Segundo ela, são duas casas no mesmo terreno, dividas pela família. Ao chegar em casa do trabalho, o irmão mais velho, Douglas Pablo, pegou o celular da irmã, de 13 anos, como forma de castigo.


“Ele pegou o celular da irmã porque falou que ela não estava fazendo nada na casa, não estava ajudando a mãe, enquanto ele trabalhava fora. A casa estava toda desorganizada e ele fez isso como forma dela aprender a lição”, contou a prima.

Após fazer isso, Douglas foi dormir na outra casa com a namorada. A adolescente chorou por causa do celular e foi reclamar para o outro irmão,Vinícius. Foi então que, logo depois, ele pegou uma faca, estourou a porta do quarto e esfaqueou a vítima.

“Meu primo Douglas estava dormindo e não teve nem tempo de reagir. O Vinicius foi pra matar o irmão. Ele deu quatro facadas no peito e uma na boca. A namorada viu tudo em pânico e ficou sem reação”, disse Weslayne.
Douglas ainda foi socorrido, mas morreu momentos depois no hospital da cidade. De acordo com a prima, o jovem fazia o papel de pai da família.


“É muito triste. Vinicius se sentia responsável por todos na casa, por se o mais velho. O Vinicius era usuário de drogas e só queria saber de andar na rua. Os dois viviam brigando por causa disso e, numa dessas brigas, ele ameaçou de matar o irmão. Foi o que fez agora”, completou.
A prima do autor e da vítima acredita que Vinícius já saiu de Agudos do Sul, inclusive com a ajuda do pai. A Delegacia de Fazenda Rio Grande é a responsável pelas investigações.

Com informações do site: riachoemfoco