Foto: reprodução

A polícia italiana desmantelou uma quadrilha que falsificava garrafas do icônico Sassicaia. A operação iniciou em 2015 quando foi encontrada uma caixa do vinho no acostamento de uma estrada na Itália, fato que gerou uma investigação e levou a prisão de dois suspeitos. Eles estavam em um depósito na posse de milhares de garrafas safradas entre 2010 e 2015 e sendo preparadas para exportar para o mundo todo.“Infelizmente, não é a primeira e não será a última vez que isso acontece” lamenta a coproprietária e embaixadora da família Tenuta San Guido, Priscilla Incisa della Rocchetta, produtora do vinho. “Agora foi a nossa vez, mas no passado isso já aconteceu com outros grandes vinhos italianos” completa.

Uma rede de fornecedores era utilizada pela quadrilha, o vinho vinha da Sicília, as garrafas da Turquia, rótulos, cápsulas, caixas e o papel para embrulhar as garrafas da Bulgária.

Pelas estimativas da polícia italiana a quadrilha já teria enviado cerca de 1.100 caixas do Sassicaia 2015 e faturado cerca de 2 milhões de Euros só em 2020.

Vale lembrar que as garrafas do Sassicaia são feitas com um sistema que permite o reconhecimento de falsificações, fato que ajuda o consumidor a não ser enganado.

Revista Adega