Produtos apreendidos pela Receita Federal em Pernambuco, Alagoas, na Paraíba e no Rio Grande do Norte serão leiloados na próxima quarta-feira 9. As mercadorias confiscadas estão divididas em 169 lotes e incluem aparelhos da Apple como iPhones, MacBooks e iPads, além de notebooks da marca HP e Lenovo. Nos leilões os produtos têm preços mais ganhos que os oficiais.Entre os lotes, é possível encontrar notebook da marca Lenovo com preço inicial em R $ 250.

As ofertas para adquirir os produtos devem ser entregues até terça-feira 8 e a sessão de lanças ocorre na quarta-feira 8, às 14h. Os itens estão disponíveis para pessoas físicas e jurídicas.

O leilão será realizado por meio da página da receita, no www.receita.economia.gov.br . Por conta da pandemia do novo coronavírus, só será permitida a verificação online dos mercadores, por chamada de vídeo ou fotos criadas pelo WhatsApp. É necessário agendar a verificação seguindo o procedimento orientado no edital do pregão. Cada videochamada terá duração de, no máximo, dois minutos, podendo ser agendada novamente pelo mesmo interesse, desde que haja disponibilidade de horário. Os produtos disponíveis não possuem garantia.

O pagamento deve ser realizado em até um dia útil após o pregão, mas o usuário também pode escolher pagar em duas partes: primeiro 20% e depois os outros 80% em até oito dias corridos.

É possível consultar os 169 lotes, produtos e valores correspondentes de cada um no site da Receita Federal ou clicar aqui .

Só dar as lanças no leilão pessoas jurídicas regularmente constituídas inscritas no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ, ou Pessoas Físicas, maiores de 18 anos ou emancipadas, inscritas no Cadastro de Pessoas Físicas – CPF, devidamente habilitadas para, conforme os itens
subsequentes.

As pessoas físicas necessárias para oferecer propostas de valor de compra para os lotes de números: 06, 09, a 11, 21, 27, 33, 34, 35, 37, 42, 45, a 49, 51 a 55, 57, 59, 60, 64 a 69, 71 a 77, 79, 88, 91 92 a 97, 101, 103.105, 108, 110, 116, 117, 119, 120, 121, 122, 125, 126, 129, 135, a 137, 140, 143 a 145, 147, 149, 151 a 153, 156 a 158, 160, 161 a 164 e 168, sem prejuízo da possibilidade de participação, nesses mesmos lotes, de pessoas jurídicas.

Para participar do leilão é preciso emitir um certificado digital e-CAC, que pode ser adquirido por Pessoas Físicas ou Jurídicas junto à Receita Federal.

Fonte: Jornal do Comércio