Reprodução

Neste domingo (16), data em que o Brasil ultrapassou a marca de 107 mil mortes confirmadas desde o início da pandemia da Covid-19 , a Rússia informou que a vacinação em massa contra a doença terá início no próximo mês, tão logo os testes da terceira e última fase confirmem que a “Sputnik V” é segura e eficaz.Segundo informações da agência de notícias Efe, o director do Centro de Microbiologia e Epidemiologia Gamaleya, Alexandr Ginzburg, afirmou que os estudos sobre a eficiência da vacina terão início nos próximos sete ou dez dias e que a expectativa é vacinar milhões de pessoas no país.

“Aparentemente, o Departamento de Saúde de Moscou planeja incluir nessas dezenas de milhares de pessoas médicos que trabalham na ‘zona vermelha’, local em que são tratados os pacientes mais graves vítimas da Covid-19 . E isso está completamente correto”, adiantou Ginzburg.

Ele afirmou ainda que os testes da terceira fase devem durar de quatro a seis meses, mas que isso não terá qualquer tipo de influência no início da vacinação, que, como já declararam as autoridades de saúde, deverá ser voluntária.

IG