Crédito da foto: ReproduçãoPrefeita Rosalba Ciarlini vai antecipar feriado de 0 de Setembro

Mossoró terá um feriadão de quatro dias a partir desta quinta-feira, 11. É que o município e o estado vão antecipar dois feriados para se juntar ao feriado de Corpus Christi, celebrado amanhã. A ideia do feriadão é uma tentativa de ampliar o isolamento social neste fim de semana, para reforçar as medidas de contenção à pandemia do novo coronavírus.O município vai antecipar o feriado de 30 de setembro, dedicado à Abolição da Escravatura, para sexta-feira, 12, ou sábado, 13. Se o Governo do Estado antecipar o feriado dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu (3 de outubro) para sexta-feira, 12, a Prefeitura coloca o feriado do 30 de setembro para sábado, 13.

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) estava aguardando uma decisão da governadora Fátima Bezerra (PT) até o início da noite. A expectativa era de que o feriado de 3 de outubro fosse antecipado para sexta-feira. “O importante é que teremos um feriadão de quatro dias”, disse Rosalba, em contato com o JORNAL DE FATO.

Para antecipar feriados municipais, a chefe do Executivo recebeu a autorização do Legislativo. Nesta terça-feira, 9, a Câmara Municipal aprovou o projeto de lei que autoriza a antecipação de feriados e de pontos facultativos para o funcionalismo público.

PLANO

Rosalba antecipou que no início da próxima semana anuncia o plano de reabertura das atividades econômicas do município. O documento foi elaborado por uma equipe do município, sob a coordenação do secretário do Desenvolvimento Econômico, Lahyre Rosado Neto. Alguns pontos do plano foram antecipados em reportagem do JORNAL DE FATO do último domingo, 7.

Segundo a prefeita, a reabertura será gradual e respeitando medidas de prevenção como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento de 1,5 m entre as pessoas. O plano prevê que a reabertura acontecerá por segmento, respeitando o grau de importância.

Rosalba, no entanto, ressaltou que a reabertura da economia só acontecerá mediante um percentual de leitos disponíveis na rede pública de saúde. “A nossa expectativa é que a situação vai continuar melhorando nos próximos dias”, disse, ao destacar a situação tranquila verificada ontem. Até o início da tarde, a rede de saúde estava com fila zerada e com mais de 30 leitos clínicos e de UTI disponíveis para pacientes da Covid-19.

“Na UPA do Belo Horizonte, que é a porta de entrada do paciente do coronavírus, tínhamos apenas seis pacientes nesta terça-feira e, mesmo assim, eram casos leves”, ressaltou. “Se continuar assim, e nossa expectativa e torcida é que continue melhorando, teremos condições de retomar as atividades econômicas de forma mais tranquila.”

Fonte: De Fato