Foto: Reprodução/Instagram

Sergio Moro, no Twitter, não citou diretamente o nome de Fabrício Queiroz, mas se referiu à operação que prendeu o ex-assessor de Flávio Bolsonaro.“O importante é que polícias, Ministério Público e Cortes de Justiça possam trabalhar de maneira independente e que todos os fatos sejam esclarecidos.”

Com o Antagonista