Foto: reprodução

Segundo o Conselho Nacional de Justiça, 32,5 mil presos foram soltos nos últimos três meses por causa da pandemia de Covid-19.O número representa 4,78% do total de detentos do país, conforme dados divulgados hoje pelo Conselho.

Os números foram atualizados depois de o CNJ dizer ao deputado Léo Moraes, líder do Podemos na Câmara, não saber quantas pessoas tinham sido soltas desde o início da pandemia.

A liberação dos presos se baseia numa resolução do Conselho Nacional de Justiça que autoriza os juízes a relaxar o regime prisional com base em dados de contaminação na pandemia.

O CNJ aprovou nesta sexta-feira (12) a renovação desta recomendação, que traz orientações ao Judiciário para evitar contaminações em massa da Covid-19 no sistema prisional e socioeducativo. O prazo foi ampliado para mais 90 dias.

O Antagonista