Nos últimos dias a imprensa nacional, nas mais diversas partes do Brasil, tem mostrado casos de pessoas que indevidamente estão recebendo o Auxilio Emergencial pago pelo Governo Federal a famílias de baixa renda ou sem empregos formal.
Em Porto do Mangue, a Polícia a Federal está investigando especialmente os casos das Pessoas de: JENILSON DE ALMEIDA MAIA (Pastor Jenilson) Presidente do Diretório Municipal do Solidariedade, filho da Ex-vereadora Mariazinha, irmão do atual Vereador Jean Maia, empresário e casado com a servidora Pública Lucélia de Melo Rocha, que nos seus dos vínculos com o serviço público recebe quase 8 mil reais, conforme consta o portal da transparência. (CLICK E VEJA AQUI)

Outro caso escandaloso é do empresário FAGNER MICHAEL BASÍLIO GOMES (Guinho) (CLICK E VEJA AQUI) Presidente do Diretório Municipal do Partido Progressista, empresário, sócio da Casa Lotérica do Município, filho do Ex Prefeito Titico, que juntamente com sua esposa JULIETE JULIA PEREIRA DE OLIVEIRA, (CLICK E VEJA AQUI) que declarou ser mãe solteira, recebe junto com seu esposo a quantia mensal de 1.800,00.

Fraudar o Auxilio Emergencial além de ser crime de estelionato previsto no artigo 171 do Código Penal, podendo os mesmos serem condenado a prisão por até 5 anos de prisão, é imoral pois muitas famílias que realmente necessitam do benefício não receberam enquanto os espertalhões sapateiam na cara do povo.

É a nova Política que eles querem! É O BESTA

Via: Focoelho