Damião Borges, Angicano, trabalhador filho de um servidor do município de Angicos, (prefeitura) Sr Teodoro, todos o conhecem.
Damião trabalha no município de Pendencias, seu cartão SUS é daquele município, por este fato foi negado em Angicos atendimento médico ambulatorial, não foi atendido no município de Angicos, pelo fato não ter o cartão SUS de Angicos.

O paciente com todos os sintomas da covid -19, por não ter um cartão SUS de Angicos a equipe de saúde quando constatou que seu cartão era de Pendencias, o encaminhou para o município pra ser atendido lá, por ordem da senhora secretária de saúde de Angicos.

Se for Angicano mais trabalha fora, não é considerado Angicano não pode ter atendimento em Angicos unicamente por seu cartão SUS não ser endereçado de Angicos.

O paciente por esta enfermo, foi a DP da PC Polícia Civil fazer um BO para ter seu direito garantido, falou com o delegado e o mesmo acionou a equipe de saúde, só assim os agentes de saúde foram até sua casa pra lhe dar orientação devida.

Em suma saúde é garantia constitucional, em Angicos a saúde pública só faz valer com a força policial ou do MP Ministério Público.

Alguns comentários nas redes sociais, diz que, o CAOS é geral na gestão de Deusdete Gomes na cidade de Angicos e quem ainda continua se metendo mesmo sem ser secretaria de saúde, seria a senhora hoje vereadora, Natally e que a atual secretaria de saude Genilza Pereira estaria só de fachada, pra assinar e tirar fotos.

Fonte: Focoelho.