Secretário Cipriano Maia com a governadora Fátima Bezerra

Daqui a 17 dias o Rio Grande do Norte deve ter 11.378 mortes por Covid-19, segundo projeção macabra feita pelo governo Fátima Bezerra (PT).Como assim?

Vamos explicar: no dia 7 de abril de 2020, a Secretaria de Saúde do Estado (SESAP-RN), por meio do seu titular Cipriano Maia, projetou que em 15 de maio de 2020 o RN teria 11.378 óbitos pelo novo coronavírus.

Naquela coletiva à imprensa, o auxiliar da governadora Fátima alertou que a projeção era “otimista”, sugerindo que o número de mortes poderia ser bem mais.

Pois bem.

Hoje, 28 de abril de 2020, o Rio Grande do Norte tem 48 óbitos confirmados pelo boletim da Sesap-RN, liberado no início da tarde.

Dessa forma, o governo Fátima precisa de 11.330 cadáveres para confirmar a sua projeção fúnebre.

Como estamos a 17 dias da data fatal, o governo precisa de uma média de 666,4 mortes/dia para honrar a palavra ou admitir, mesmo sem palavras, que tentou levar o terror à população potiguar.

O blog do César Santos decidiu fazer a contagem regressiva para que o governo não use a pouca memória do povo em interesse próprio, e que assuma a sua responsabilidade.
Estamos de olho. E de calculadora na mão.

De Fato