A cidade de Alexandria foi alertada na manhã de hoje, de por uma mãe, à cerca de duas mulheres que desejariam raptar duas crianças, na frente do Hospital Guiomar Fernandes. A senhora Carina Nunes, genitora de uma destas crianças, veiculou na sua página pessoal de facebook, o comunicado do fato.
Minutos atrás, recebo uma mensagem de whatsapp da mesma, nos trazendo a informação de que, diante da repercussão que o tema causou, tanto com a postagem na rede social, como a veiculação nosso blog, uma das mulheres procurou Carina em sua residência, para explicar o ocorrido. Segundo Carina Nunes, a mulher teria procuro-a para deixar claro que somente desejava tirar uma foto delas, por que as conhecia quando eram pequeninas. E que não teriam intento de cometer nenhum rapto, como foi citado no facebook e reproduzido no blog.
Ainda com base no áudio de Carina Nunes enviado tanto ao blog como ao delegado Aroldo Chaves, tudo não passou de um mal entendido.
Na verdade, o fato de procurar duas crianças para tirar fotos, sem que os pais estejam por perto e/ou tenha autorização, no mínimo desperta curiosidade e até temor por parte dos pais, ao serem comunicado pelos filhos. Afinal, ninguém sai por aí, tirando fotos de crianças, do nada. Convenhamos.

Carina Nunes voltou a postar em sua página de facebook, um comunicado de esclarecimento, onde narra a visita das mulheres em sua casa.
Entretanto, mesmo estando esclarecido, outras afirmações feitas pela senhora Carina Nunes, por whatsaap ao blog, dando conta que teria sido oferecido um celular as crianças para que fossem a praça tirar as fotos, é algo que deve-se ser melhor esclarecido. Teria sido criação das próprias crianças ou mais uma mal interpretação do ocorrido?

RNPOLÍTICAEMDIA